Divulgado ranking com maiores notas da temporada

downloadO site de The Gymter tem divulgado as melhores notas da atual temporada. No individual geral, o domínio é estadunidense, com a 1ª, 2ª e 4ª colocações. Destas, duas são juniores.

No salto sobre a mesa, o domínio é asiático, com Sae Miyakawa (JPN) – média 14,850 | Rudi e DTY – Jinru Liu (CHN) com 14,625. A brasileira Rebeca Andrade aparece em 3º lugar com 14,600. Já nas barras paralelas assimétricas, a estadunidense Riley McCusker, decepção na American Cup, soma 15,050 e se mantém no topo, juntamente com sua compatriota, a júnior Gabby Perea. Nina Derwael (BEL), atual campeã europeia, aparece na quarta colocação com 14,800, ficando atrás da russa Elena Eremina (14,850).

495351306Na trave do equilíbrio, Tingting Liu (CHN) domina com um expressivo 15,300 conquistado no Campeonato Asiático. A 5ª colocada, a promessa canadense Ana Padurariu desponta como uma das grandes especialistas para este ciclo.
No solo, Mai Murakami e Sae Miyakawa mostram que vem fortes para este ano, ambas estão na 1ª e 2ª colocações, respectivamente.

Em relação às notas D, no VT, Yan Wang, Jinru Liu, Jing Wu e Linxi Li apresentam 11,4. São seguidos pela campeã europeia, Coline Devillard (FRA), que soma 11,2.

Nas UB, Yilin Fan (CHN) apresenta nota D=6,3.

Já na BB, as chinesas dominam. Tingting Liu tem 6,6, Huan Luo 6,5, Yilin Fan 6,3 e a júnior Qi Li tem 6,3. As romenas Catalina Ponor e Larisa Andreea Iordache, ambas da Romênia, vem logo em seguida com 6,2.

No FX, Sae Miyakawa apresentou nota D=6,2 e Mai Murakami vem em seguida com 5,7.

Confira.

Divulgado ranking com maiores notas da temporada

Giro pelo Esporte!

Durante a edição 2017 da Copa Sênior Polaca, Gabriela Janik conquistou o título individual geral na competição. Na ocasião, somou 49,550. Fonte: The Gymter.

1

No período de 12 a 14 de maio, Koper (SLO) receberá mais uma competição esportiva. Dentre os destaques estão: Elsabeth Black (CAN), a medalhista europeia no salto sobre a mesa, Boglarka Devai (HUN), a medalhista de bronze na trave do equilíbrio no europeu deste ano, Larisa Andreea Iordache (ROU), Teja Belak (SLO), os estadunidenses Donothan Bailey, Eddie Penev e Donnell Whittenburg, os eslovenos Saso Bertoncelj e Rok Klavora, Bart Deurloo (NED), os israelenses Alexander Shatilov e Andrey Medvedev, Krizstian Berki (HUN), Jossimar Orlando Calvo Moreno (COL), e Arthur Zanetti (BRA), dentre tantas outros atletas. Confira a lista.

Gyor, na Hungria, sediará a edição 2017 do European Youth Olympic Festival. O evento ocorrerá entre 23 e 27 de julho deste ano.

2017_european_youth_summer_olympic_festival_logo

 
Vídeo promocional do Campeonato Mundial de Ginástica Artística, edição 2017, de Montreal (CAN).

Giro pelo Esporte!

Definidos nomes para a copa de Stuttgart

Stuttgart, na Alemanha, será palco, entre 17 e 19 de março, da tradicional copa de ginástica artística. Nesta edição, teremos a presença de alguns atletas olímpicos. O evento marca o retorno de Larisa Iordache, bem como a estreia da promissora estadunidense, Jordan Chiles.

A competição, que é individual geral, contará com a presença de ginastas de sete países, no feminino, e oito, no masculino. Confira a lista:

WAG

Canadá: Isabela Onyshko (18ª no AA dos Jogos do Rio);

China: Zhang Jin (represente chinesa no evento teste pré-olímpico);

Grã-Bretanha: Claudia Fragapane (10ª no AA do WC de Nanning);

Alemanha: Tabea Alt (integrante da equipe que conquistou a 6ª colocação no ef);

Alemanha: Pauline Schaefer (19ª no AA do WC de Glasgow);

Holanda: Eythora Thorsdottir (9ª no AA dos Jogos do Rio);

Romênia: Larisa Iordache (2ª no AA do WC de Nanning e 3ª em Glasgow);

Estados Unidos: Jordan Chiles (debutante na categoria sênior e promessa estadunidense para o ano).

MAG

Brasil: Francesco Carlos Barreto Júnior (integrante da equipe que conquistou a 6ª colocação nos Jogos do Rio);

China: Sun Wei (promissor ginasta, especialista no cavalo com alças);

Grã-Bretanha: James Hall (outro dos promissores ginastas da escola britânica);

Alemanha: Lukas Dauser (especialista nas barras paralelas);

Alemanha: Philipp Herder (um dos promissores AAders alemães, haja vista sua regularidade);

Japão: Kazuma Kaya (especialista no cavalo com alças no WC de Glasgow);

Rússia: Nikita Ignatyev (bronze no AA dos Jogos de Baku);

Ucrânia: Oleg Vernaiev (vice-campeão olímpico).

Estados Unidos: Samuel Mikulak (7º no AA dos Jogos do Rio e campeão panamericano).

Definidos nomes para a copa de Stuttgart

Ainda por Glasgow, alguns destaques!

imagesPor Jerfferson Medeiros

Ainda em Glasgow, alguns destaques do campeonato mundial de ginástica artística (GBR).

Além da Grã-Bretanha ter, na disputa feminina, conquistado um resultado inédito para o país, desbancando a Rússia do pódio, e o bronze de Larisa Andreea Iordache, que se redimiu frente aos resultados obtidos na etapa classificatória, o mundial foi palco de várias surpresas.

Comecemos com a prata do cubano Manrique Larduet Bicet, melhor americano na disputa mais completa do WC. A medalha do atleta marcou o retorno de Cuba às grandes competições. O atleta somou 90.698.

Ainda na disputa individual geral, destaque para o retorno da China – bronze do Shudi Deng – ao pódio. Desde 2008, com Wei Yang, o país não figurava entre os três primeiros colocados.

Uma decepção foi protagonizada pelo ucraniano, atual campeão europeu e dos Jogos de Baku, Oleg Verniaiev, que ficou na quarta colocação no AA.

Outro destaque foi a conquista do ouro de Eleftherios Petrounias (GRE) nas argolas. O atleta desbancou grandes nomes, a exemplo de chineses, ucranianos, brasileiro e russos, para arrebatar o título. A última grande conquista grega neste aparelho veio nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, com Dimosthenis Tampakos, que levou o ouro.

Algo incomum foi visto em terras britânicas. A final das barras paralelas assimétricas coroou quatro campeãs, duas russas, uma chinesa e uma estadunidense.

A final do salto também foi marcada por uma participação histórica, com a indiana Dipa Karmakar, que finalizou na 5ª colocação, saltando Produnova.

A final do solo feminino foi bastante acirrada, tendo Simone Biles (USA) defendendo mais um título. Além de Ksenia Afanasyeva (RUS), que fez um espetáculo à parte em artisticidade, o destaque foi para Chunsong Shang (CHN), Sae Miyakawa (JPN) e Elissa Downie (GBR), que mostraram um excelente nível competitivo.

A trave do equilíbrio foi marcada por quedas e falhas das atletas. Simone Biles (USA), com uma grande e segura série, defendeu seu título, mas as surpresas foram protagonizadas por Sanne Wevers (NED) e Pauline Schaefer (GER) que levaram a prata e o bronze, respectivamente.

Foto: Foto: gettyimages Ian MacNicol

Ainda por Glasgow, alguns destaques!