Equipe feminina treina no CT do Rio

11079830_740599086055395_1317197164_nUm ano de extrema importância e de grandes desafios para a ginástica artística brasileira, pois além dos Jogos Pan-americanos, este ano será realizado o pré-olímpico em Glasgow, na Grã-Bretanha.

Em visita ao CT de ginástica, um amigo e administrador do grupo Gym World Brasil no facebook, João Pedro Almeida, me relatou algumas de suas impressões quanto às ginastas e ao que apresentaram. Sua avaliação foi extremamente otimista.

“Ontem estive no CT de ginástica, aqui no RJ, e gostei muito do que vi. Descreverei um pouco sobre cada ginasta e do que mostraram nos treinos”, disse João Pedro.

Confira suas impressões:

Lorrane dos Santos – Quando cheguei, ela estava se apresentando no solo, e fazendo um duplo em L e um DTC no track. Após o solo, a ginasta se dirigiu ao salto. Tenho quase certeza de que ela estará na equipe que disputará os Jogos Panamericanos do Canadá, e também no mundial deste ano. Isso, porque vem evoluindo significativamente, e lembrando que ela vem de uma lesão.

Daniele Hypólito estava fazendo uma tripla no track. Vi realizando um duplo em L no solo.

11079830_740599119388725_139777410_nJade Barbosa está em ótima forma, mas vale lembrar que os 8 meses de recuperação ainda não se passaram. Ela voltou a fazer alguns aparelhos como trave, e na oportunidade fazia um giro em L, tentando inclusive um giro e meio em L. Nas barras, a atleta treinava o jaeger esticado, mas por ser um elemento novo não estava conseguindo, ainda, retomar. Em contrapartida, realizou um carpado. Jade fez no track, um duplo esticado, muito bem executado vale destacar. Jade deverá ser um dos nomes que liderará a equipe em 2016.

Julie Kim é outra que nem parece que retorna de uma lesão. Nas UB, está muito bem. Na trave, vi que ligou 3 movimentos, mortal grupado para frente + slep jump + salto do lobo, e ainda treina uma saída nova, DTG. Ela também fez DG de saída.

Letícia Costa fez duplo em L e gogean no solo, se não me engano. Treinou arabian na trave e também saiu de DTG.

Thauany Lee, quando cheguei, estava treinando paralelas e mostrando uma boa execução. As UB precisam de esforços neste aparelho, e Thaunay deverá contribuir e brigar pela vaga no time.

Flavia Saraiva estava treinando trave e os saltos de dança estavam muito bons. Ela treinou duplo em L e gogean no solo. Em seguida, treinava VT para futuramente fazer a dupla. Durante seus treinos neste aparelho, o técnico dela gritou: – “se você conseguir manter o eixo conseguirá fazer a dupla”.

11068833_740599016055402_1949021880_nRebeca Andrade, sem dúvidas, é a maior promessa do Brasil para as olimpíadas 2016. Na ocasião, treinava um komova nas barras e seu tsukahara de saída estava muito bom. Vi ela fazendo um grigoras no solo, e quem sabe ela não pode passar para a trave não é?

Milena Theodoro também treinava komova como passagem para a barra alta. Lorenna Antunes também treinava e bem, nas paralelas.

Sua análise – a essa altura do campeonato não podemos afirmar quem ficará ou não terá um lugar na equipe, pois todas as atletas têm treinado novos elementos e apresentado execuções muito boas. Quando as meninas erravam algum elemento, o russo logo chamava a atenção delas, mas acredito que os técnicos estão satisfeitos com essa geração. Tenho certeza que estarão no Rio como uma equipe, difícil mesmo é escolher 5 delas para estarem nas olimpíadas.

João destacou, ainda, seus agradecimentos à assessora de imprensa por ter permitido que ele acompanhasse o treino.

Fotos: João Pedro Almeida

Equipe feminina treina no CT do Rio

Seleção masculina inicia treinamentos no novo CT

WORLD GYMNASTICS 2013 0927 Antwerp - Arthur NoryDoze atletas, Ângelo Assumpção, Arthur Nory, Arthur Zanetti, Caio Souza, Diego Hypolito, Fellipe Ferreira, Francisco Barretto, Henrique Flores, Hudson Miguel, Péricles Silva, Pétrix Barbosa e Sérgio Sasaki, que está se recuperando de uma cirurgia no joelho, passam por estágio de treinamentos no CT do Rio de Janeiro.

Sasaki está no período pós-cirúrgico, faz fisioterapia e exercícios com a supervisão de profissionais da área e será reinserido gradativamente aos treinos.

A atividade foca nas grandes competições que acontecerão ao longo do ano, como os Jogos Pan-Americanos do Canadá e o Campeonato Mundial de Glasgow. O estágio segue até o dia 14.

Fonte: CBG

Foto: journalpetitenfant.blogspot.com

Seleção masculina inicia treinamentos no novo CT

Giro pelo esporte!


Por Jerfferson Medeiros

O Brasil e o seu novo CT. 😀 #RumoAoRio

Mais uma promessa estadunidense, Laney Madsen, que além de uma flexibilidade notável, já executa movimentos de alto grau de dificuldade. Ela tem apenas 13 anos.

Alguns dos movimentos adicionados ao código de pontuação feminino em 2014.

Multimedalhista olímpico, o britânico Giarnni Regini-Moran será um dos fortes nomes na categoria sênior. O jovem ginasta já chama a atenção por altas difcildades e boas notas de execução, sobretudo no solo.

Dovelis Elena Torres Herrero e seu ritmo contagiante, em apresentação no Pan de Guadalajara (MEX), em 2011.

Samuel Mikulak (USA) treinando novo elemento no solo. (http://goo.gl/xPwjOz)

Foto: oglobo.globo.com

Giro pelo esporte!