Ainda por Glasgow, alguns destaques!

imagesPor Jerfferson Medeiros

Ainda em Glasgow, alguns destaques do campeonato mundial de ginástica artística (GBR).

Além da Grã-Bretanha ter, na disputa feminina, conquistado um resultado inédito para o país, desbancando a Rússia do pódio, e o bronze de Larisa Andreea Iordache, que se redimiu frente aos resultados obtidos na etapa classificatória, o mundial foi palco de várias surpresas.

Comecemos com a prata do cubano Manrique Larduet Bicet, melhor americano na disputa mais completa do WC. A medalha do atleta marcou o retorno de Cuba às grandes competições. O atleta somou 90.698.

Ainda na disputa individual geral, destaque para o retorno da China – bronze do Shudi Deng – ao pódio. Desde 2008, com Wei Yang, o país não figurava entre os três primeiros colocados.

Uma decepção foi protagonizada pelo ucraniano, atual campeão europeu e dos Jogos de Baku, Oleg Verniaiev, que ficou na quarta colocação no AA.

Outro destaque foi a conquista do ouro de Eleftherios Petrounias (GRE) nas argolas. O atleta desbancou grandes nomes, a exemplo de chineses, ucranianos, brasileiro e russos, para arrebatar o título. A última grande conquista grega neste aparelho veio nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, com Dimosthenis Tampakos, que levou o ouro.

Algo incomum foi visto em terras britânicas. A final das barras paralelas assimétricas coroou quatro campeãs, duas russas, uma chinesa e uma estadunidense.

A final do salto também foi marcada por uma participação histórica, com a indiana Dipa Karmakar, que finalizou na 5ª colocação, saltando Produnova.

A final do solo feminino foi bastante acirrada, tendo Simone Biles (USA) defendendo mais um título. Além de Ksenia Afanasyeva (RUS), que fez um espetáculo à parte em artisticidade, o destaque foi para Chunsong Shang (CHN), Sae Miyakawa (JPN) e Elissa Downie (GBR), que mostraram um excelente nível competitivo.

A trave do equilíbrio foi marcada por quedas e falhas das atletas. Simone Biles (USA), com uma grande e segura série, defendeu seu título, mas as surpresas foram protagonizadas por Sanne Wevers (NED) e Pauline Schaefer (GER) que levaram a prata e o bronze, respectivamente.

Foto: Foto: gettyimages Ian MacNicol

Ainda por Glasgow, alguns destaques!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s